sábado, 5 de abril de 2008

Haiku V

Do ramo nu do sobreiro
caiu a víbora
no pescoço do bebé

Sem comentários: